História

Introdução


Confraria
• Sinónimo: Irmandade.
• Confraria é uma reunião de irmãos, de frades.
• A origem das Irmandades remonta ao Império Romano. O vocábulo “Confraria” apareceu no século XIII,
em que era difícil distinguir os termos “Confraria” de “Corporação”, bem como “Profissão” de “Religião”.
• As Confrarias proliferaram desde a Idade Média.
• Confraria é uma associação, na qual os seus membros unidos por um elo comum (a irmandade e fraternidade), e em condições de igualdade quanto a encargos e benefícios (seja qual for a sua procedência social) se propõem atingir determinados objectivos (económico-sociais e culturais).

Cerimónias de Entronização e de Insigniação
É o acto solene em que o Capítulo reúne para acolher e ratificar os novos membros (Confrades de Honra, Mérito e Efectivos) anteriormente propostos por um Confrade e aprovados pela Direcção. Esta cerimónia é aberta ao público-convidado, que testemunha conjuntamente com os confrades, o Juramento e a Entronização ou a Insigniação.
Trata-se de Entronização quando a Confraria acolhe novos Confrades.
Insigniação é o acolhimento de novos Confrades de Mérito, que não usarão traje, mas apenas a Insígnia.

Convite / Informação de realização de Cerimónia de Entronização
Os Confrades serão informados, por E-mail, telefone ou sms, da realização das Cerimónia de Entronização / Insigniação, onde se informará local, data, hora, motivo, e custo. Atendendo à dimensão do local de Entronização, deverá também informar-se da conveniência de levar convidados, bem como custo da sua presença.
• Para os Confrades de Honra e Mérito, será efectuado um convite, com informação similar, sem alusão a preço.
• O convite poderá ser realizado, pela Confraria, em parceria com o anfitrião (Câmara Municipal ou outro) utilizando papel da Confraria.

Usanças (Regras Internas da Confraria)
Constam no Livro das Usanças (Regulamento Interno da Confraria), que deverá ser progressivamente melhorado, de modo a que as Usanças sejam efectuadas de forma digna, conforme as tradições e os usos existentes e que se vão instituindo.

Traje
O traje é igual para todos os Confrades, com excepção da fita do Colar e insígnia, que difere. Existem 2 fitas distintas, uma para os Confrades dos Órgãos Sociais (Delegados incluídos) e outra para os restantes Confrades (Honra, Mérito e Efectivos).
Os Confrades de Honra usam Traje, sendo a medalha dourada.
Os Confrades de Mérito não usam Traje, (usam apenas Colar com Insígnia) mas caso queiram podem adquiri-lo, sendo a medalha prateada.
Os Confrades Efectivos usam traje, sendo a medalha cor bronze.

O Traje é composto por:
Capa de cor azul escuro, com sobrecapa de igual cor com tiras azul claro (simboliza o mar), com o distintivo da confraria colocado na sobrecapa do seu lado esquerdo, à altura do coração. O tecido é adaptável às várias estações do ano e bastante confortável.
Chapéu de abas, de cor azul escuro, típico da serra algarvia. O chapéu deve ser usado durante toda a cerimónia de Entronização, em actos solenes, em desfiles, ou para a captação de imagens para foto ou filme. Os chapéus são retirados durante a refeição.
Colar composto por Fita colocada ao pescoço, do qual pende a Insígnia, consoante grau.
Notas:
O Grão Mestre do Capítulo é o único que usa Bordão ou Báculo.
(Está em estudo o desenho de uma gravata, e de um lenço para as Confreiras).
(Para uniformizar a apresentação dos confrades, aconselha-se o uso de camisa branca, e calça e casaco azul ou cinza escuro e para as Confreiras, aconselha-se o uso de vestido ou saia negra).

Insígnias (Símbolos):
• Bandeira (da Confraria) e Estandartes.
• Galhardete: (em estudo).
• Selo branco (logotipo). Similar à insignia da Confraria.
• Fita do Colar que sustenta a insígnia: Iguais, excepto as dos Órgãos Sociais (Delegados incluídos).
• Insígnia (Distintivo do Colar): Peça, representando a rosa dos ventos, o mar, chaminé, astrolábio, garfo e colher e em cima elementos do campo.
• Bordão ou Báculo (do Grão Mestre do Capítulo). A cabeça de bordão é uma peça em estanho com o símbolo do Algarve.
• Pergaminho (Título de Confrade) – É entregue a todos os Confrades no momento da Insigniação; deve conter o grau, bem como a data e local. O pergaminho deve levar o selo branco da Confraria.
• Livro de Registo dos actos Oficiais, das diversas cerimónias e das Insigniações. Deverá registar as cerimónias (data, local, propósito) e no caso das Insigniações referir os nomes e ser assinado por todos os insigniados.
• Acompanhantes. A Confraria sempre que possível deve fazer-se acompanhar pelos acompanhantes (devidamente trajados), dos quais se destacam: ranchos (folclóricos), músicos, aldeões e crianças.
• Produtos. Para além dos produtos mais emblemáticos do Algarve (amêndoa, figo, alfarroba, laranja): doçaria, licores, aguardentes, compotas, etc.
• Hino: Em estudo.
• Música e Cânticos: Todas as cerimónias devem ser acompanhadas por música, especialmente para marcar as diversas fases da cerimónia, para marcar as intervenções do Grão-Mestre do Capítulo, bem como para acompanhar os desfiles.

Compromisso ou Juramento

Juro em consciência e honra defender em qualquer momento ou lugar, a gastronomia do Algarve;
Juro defender as suas virtudes, salientar a sua nobreza e promovê-la enquanto símbolo tradicional das nossas gentes;
Juro defender as tradições, costumes e produtos do nosso Algarve;
Juro ainda, manter uma relação de fraternidade, amizade e respeito entre todos os confrades desta ordem.
 

As Confrarias são as guardiães milenares do como fazer
e não existem credos, religiões, política ou títulos.

 
Historial da Confraria

A Confraria dos Gastrónomos do Algarve, constituída por Escritura Pública a 9 de Setembro de 2005, em Portimão, com sede provisória na Rua Padre Evaristo do Rosário Guerreiro, nº 11, 8500-Portimão, contribuinte 507 468 201, é uma Associação sem fins lucrativos, de âmbito regional, tendo como principais objectivos: - promoção da gastronomia tradicional e típica algarvia; - investigação do património gastronómico algarvio: recolha de receituário, arte e técnica da cozinha tradicional, evolução da gastronomia algarvia; - reconhecimento dos cozinheiros tradicionais algarvios; - pesquisa de locais, casas senhoriais, etc, onde se pratica/praticava a cozinha de antanho; - relação: arte popular/artesanato/gastronomia; - elaboração de uma Carta Gastronómica Algarvia.
_______________________________________________________________________________________

São Confrades fundadores da Confraria dos Gastrónomos do Algarve:

- José Manuel Alves - fundador e promotor, webmaster do Portal de maior audiência e divulgação gastronómico nacional e da língua portuguesa:
www.gastronomias.com.
É um amante de Portimão e do Algarve, onde reside desde 1976.
Membro da: Confraria da Broa de Avintes, Confraria dos Gastrónomos do Minho, Confrérie de la Chaîne des Routisseurs, Confrade de Mérito da Cofradia del Cava, Espanha, Confrade de Mérito da Cofradia El Raim de El Campello, Espanha, Confrade Mérito da Confraria del  Arros y Toranja, de Castellón, Espanha, Confrade de Honra do Círculo Utiel-Requena, Valencia, Espanha, Presidente Honorário da Confraria Luso-Galaica, Vigo, Espanha, Cavalieri de Honor da Congrega dei Radici e Fasioi, Susegana, Itália, Confrade de Mérito da Confraria da Gastronomia Macaense, Macau, China, Chamberlain no Algarve dos Prémios "PLATOS DE ORO" de Rádio Turismo de Madrid, Confrade de Honra da FECOAN - Federação de Confrarias da Andaluzia, Pinche de Honor da Cofradía Gastronómica “El Dornillo” de Jaen, Andaluzia, Confrade de Honra da Confraria do Colesterol de Avilés, Astúrias, "Honorable Embajador" da Cofradia Amigos del Olivo de Baena,  Confrade de Honra da Confraria da Pedra, Caballero de Honor da Cofradia de la Orden dos Caballeros del Sabadiego, Astúrias, Espanha, Confrade de Mérito da Confraria dos Enófilos do Vinho de Carcavelos, "Embajador" da Cofradia do Cordero Segureño de Huescar (Granada) Espanha, "Embajador" da Cofradia do Centolo Larpeiro, Confrade de Honra da Confraria Gastronómica do Pinhal do Rei, Leiria, Confrade de Honra da Cofradía del Salmorejo Cordobés,  Membro do Conselho Magistral e Vice-presidente do CEUCO-Conselho Europeu de Confrarias por Portugal desde 2009 e Grão-Mestre e Presidente do Conselho Geral da Confraria dos Gastrónomos do Algarve desde 2005. Grã-Cruz da Ordem de Santa Maria de Ossónoba. Chanceler da Ordem de Santa Maria de Ossónoba.

- Manuel Mangas, alentejano de "coração algarvio", reconhecido industrial da cidade de Portimão, condecorado com a Medalha de Mérito da Cidade de Portimão, ex-Presidente da Casa do Benfica em Portimão e Presidente da Associação das Actividades Turísticas da Praia da Rocha e Alvor.

- Virgolino Santos, portimonense, ex-dirigente do Portimonense Sporting Clube, Administrador de Empresas em Portimão.

Factos relevantes:
Todos os anos em Outubro (o sábado mais próximo de 5 de Outubro) realiza-se o Grande Capítulo. Efectuados nove Grandes Capítulos, em Portimão (2005 e 2006, ), Albufeira (2007), Lagoa (2008), Lagos (2009), Tavira (2010), Portimão (2011, 2012, 2013), sendo o maior Capítulo o de 2010, realizado em Tavira, em que estiveram presentes 61 Confrarias e 612 pessoas.
Em 2011 realizámos em Albufeira o VII Congresso de Confrarias Eno-gastronómicas CEUCO-Conselho Europeu de Confrarias, em que estiveram presentes Confrarias de 9 países e cerca de 600 pessoas, tendo sido o maior Congresso CEUCO realizado até aos dias de hoje.

Na última 5ª feira de cada mês é realizado um “Jantar Temático”, que vai correndo os 16 Concelhos do Algarve, sendo estes jantares “abertos” à população.

2006 - recorde da maior sopa do mundo (6.000 litros) através da confecção de um arjamolho gigante servido na cidade de Portimão (Portugal) a cerca de 4.500 pessoas no dia 4 de Agosto de 2006. O gigantesco arjamolho foi confeccionado com 5.000 litros de água, 600 quilos de pão, 400 quilos de tomate, 250 quilos de pimentos, 300 quilos de pepino, 300 quilos de gelo, 80 quilos de sal, 20 quilos de alhos, 300 litros de azeite e 200 litros de vinagre.
- IV Congresso do Conselho Europeu de Confrarias no Porto, Novembro deste ano

2007 - «Festa da Partilha», ao fazer uma “Feijoada de Chocos” para mais de 3.000 pessoas (300 quilos de choco, 80 quilos de arroz, 120 de feijão, 18 de tomate, 10 litros de azeite, seis quilos de sal e 60 de batata-doce foram alguns dos ingredientes essenciais para preparar a «Feijoada de Chocos à Confrade»).

Ajudámos na elaboração dos livros “Em Lume Brando” e “Sabores Intemporais”.
- V Congresso do Conselho Europeu de Confrarias em Corfu, Grécia, em Novembro deste ano
Prémio AURUM do Conselho Europeu de Confrarias como “Melhor artesã da Europa 2008” para a Encarnação Gonçalves, Quinta dos Avós, Algoz.

2008
– II Encontro CEUCO Portugal, em Albufeira, organizado totalmente pela nossa Confraria.
- Projecto “Passaporte Turístico Gastronómico”. É uma síntese da história, geografia, organização administrativa e tradições do Algarve, com um conjunto de receitas culinárias dos mais emblemáticos manjares da gastronomia local, muitas delas recuperadas pela Confraria. A sua estruturação, com um conjunto de vistos (vouchers), determinará uma sugestão de roteiro dos pontos de interesse turístico e gastronómico de todo o Algarve, cuja visita conferirá ao Passaporte o estatuto de Recordação Completa da Região Algarvia.
- VI Congresso do Conselho Europeu de Confrarias em Trento, Itália, em Novembro deste ano
Prémio AURUM do Conselho Europeu de Confrarias como “Melhor trabalho de Confrarias da Europa”


2009
- Eleito Vice-presidente do Ceuco (Conselho Europeu de Confrarias) por Portugal em Janeiro de 2009, o nosso Grão-Mestre José Manuel Alves
– III Encontro CEUCO Portugal, em Castelo Branco, organizado pela nossa Confraria com o apoio da Confraria do Azeite.
- I Gala dos “Prémios Santa Maria de Ossónoba”, no Casino de Vilamoura. A Confraria dos Gastrónomos do Algarve atribuiu os seus “prémios Santa Maria de Ossónoba”, às figuras que, no Algarve e em Portugal e no entender dos seus membros, mereçam essa distinção, pelo seu contributo para a elevação da Gastronomia regional e nacional.

Os “Prémios Santa Maria de Ossónoba” correspondem a “um reconhecimento da Confraria com aqueles, que tanto dão em prol comunidade e que tantas vezes ficam no esquecimento”.
De acordo com os estatutos da Confraria, Artº 4º al) 8, o objecto desta Gala é eleger e distinguir os que individualmente ou colectivamente, tenham concorrido de forma relevante na promoção e divulgação da gastronomia do Algarve e de Portugal.
- VII Congresso do Conselho Europeu de Confrarias em Cambados, Galiza em Novembro deste ano

2010
– IV Encontro CEUCO Portugal, em Oeiras, organizado pela nossa Confraria com o apoio da Confraria do Vinho de Carcavelos.
- VI Grande Capítulo da Confraria em Tavira, tendo sido um dos maiores realizados na Europa, em que estiveram presentes 60 Confrarias, vindas de Portugal, Espanha, França, Bélgica, Itália e Macau e 512 pessoas.
- VIII Congresso do Conselho Europeu de Confrarias em Bordéus em Novembro deste ano

2011
- II Gala dos “Prémios Santa Maria de Ossónoba”, no Casino de Algarve, Praia da Rocha. A Confraria dos Gastrónomos do Algarve atribuiu os seus “prémios Santa Maria de Ossónoba”.
- VII Grande Capítulo em Portimão
- Congresso da Federação das Confrarias da Andaluzia.
- IX Congresso de Confrarias Eno-gastronómicas CEUCO-Conselho Europeu de Confrarias, em Albufeira, realizado pela nosa Confraria, em que estiveram presentes Confrarias de 9 países e cerca de 600 pessoas, tendo sido o maior Congresso CEUCO realizado até aos dias de hoje.
- Lançamento do caderno de receitas "Tapas & Petiscos", livro para promoção e divulgação das cozinhas regionais da EURORREGIÃO ALENTEJO, ALGARVE ANDALUZIA, com as receitas mais tradicionais de "tapas e petiscos", recolhidas pelas Confraria dos Gastrónomos do Algarve, Confraria Gastronómica do Alentejo e a Federação das Confrarias Enogastronómicas da Andaluzia.

2012
- Condecorações da Ordem Santa Maria de Ossónoba, na Igreja Matriz de Portimão. A Confraria dos Gastrónomos do Algarve atribuiu as suas condecorações, tendo sido atribuida a Grã-Cruz ao Confrade José Manuel Alves, Grão-Mestre da Confraria.
- VIII Grande Capítulo em Portimão
- X Congresso do Conselho Europeu de Confrarias em Tartu, Estónia, em Julho deste ano
- Lançamento do caderno de "Receitas com Azeite", livro para promoção e divulgação das cozinhas regionais da EURORREGIÃO ALENTEJO, ALGARVE ANDALUZIA, com as receitas mais tradicionais de "azeite", recolhidas pelas Confraria dos Gastrónomos do Algarve, Confraria Gastronómica do Alentejo e a Federação das Confrarias Enogastronómicas da Andaluzia.

2013
- III Gala dos “Prémios Santa Maria de Ossónoba”, no Casino de Algarve, Praia da Rocha. A Confraria dos Gastrónomos do Algarve atribuiu os seus “prémios Santa Maria de Ossónoba”.
- IX Grande Capítulo em Portimão
- XI Congresso do Conselho Europeu de Confrarias em Pécs, Hungria, em Novembro deste ano
- Lançamento do caderno de "Receitas do Mar", livro para promoção e divulgação das cozinhas regionais da EURORREGIÃO ALENTEJO, ALGARVE ANDALUZIA, com as receitas mais tradicionais do "mar", recolhidas pelas Confraria dos Gastrónomos do Algarve, Confraria Gastronómica do Alentejo e a Federação das Confrarias Enogastronómicas da Andaluzia.

Somos membros: do CEUCO – Conselho Europeu de Confrarias e da Associação das Confrarias da Rota de Cister.

Estamos geminados com a: Confraria do Azeite, Confraria da Broa de Avintes, Cofradia del Cava (Barcelona), Cofradia del Sereníssimo Albariño (Galiza), Federação das Confrarias da Andaluzia e Confraria da Gastronomia de Macau (China).

Em 20 Março de 2011 houve tomada de posse dos órgãos sociais para o novo triénio.

Entre Confrades de Honra, de Mérito e Efectivos, somos 511 membros nesta data.

Participação em Feiras, levando gastronomia e produtos do Algarve
 

Membros:

  • Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas

  • Conselho Europeu de Confrarias -CEUCO

  • Associação de Confrarias da Rota de Cister

O Algarve   |   Arte & Tradição   |   Produtos   |   Doçaria   |   Descobrimentos   |   Presépio Algarvio   |   Poemas   |   Vinhos   |  Ordem Honorífica  |

Copyright 2005       Confraria dos Gastrónomos do Algarve        Todos os direitos reservados
Concepção e realização: Arte Digital